No Instagram
No Facebook

© 2017 Casamento de Dia. Site criado por tundi.com.br

  • aninhaeq

O amor e suas perfeitas imperfeições


Oláaa,

Estou super animada, hoje é o primeiro post em comemoração as nossas bodas de papel!!! 💙

Vou contar o início da nossa história e mostrar as fotos do nosso ensaio pré-casamento feito sem planejamento e sem fotógrafo profissional devido ao nosso curto orçamento na época.

As fotos foram tiradas no Jardim Botânico, por uma amiga muito querida que fotografa por hobby. Nós simplesmente acordamos um domingo e fomos. Não me arrependo de ter insistido e feito as fotos, pois foi um momento de descontração em meio ao planejamento do casamento, temos lindas fotos deste dia espalhadas na nossa casa e ainda usamos para fazer o nosso "Save the date" que mostrei neste post aqui.

Como tudo começou

Em meados de 2004 eu sofri uma perda na minha vida que virou tudo de cabeça para baixo e deixou uma dor que parecia que não ia me abandonar nunca mais. Então, em Março de 2005, eu decidi que queria praticar uma luta, mudar meus hábitos, respirar novos ares e descarregar aquela dor em alguma coisa, naquele momento essa foi a saída que eu vi. Descobri através de um amigo da faculdade que o irmão de um amigo dele fazia Kombato numa academia pertinho da minha casa e adorava. O tal irmão era o Alf, mas eu só descobriria isso um tempo depois.

Fui lá assistir uma aula com meu pai no meu pé, que insistia em dizer que eu não devia fazer luta, que ia me machucar e que só tinha homem na turma (para um pai, qualquer moleque é um homem tarado e sua filha é sempre uma menina inocente e desprotegida,rs...), eu já estava decidida a fazer antes mesmo de assistir a aula, então eu não ia desistir. Para acabar com a discussão de que eu seria a única menina na aula chamei minha prima para fazer comigo, apesar dela só ter 12 anos e eu 19, meu pai ficou sem argumentos. Fazíamos aula duas vezes na semana e já no início comecei a me sentir melhor, ninguém lá tinha noção do que se passava dentro de mim e era exatamente o que eu precisava naquele momento. Além disso, a prática de exercício físico me deixou mais disposta, melhorou o meu humor e eu tinha uma sensação de bem-estar. Só não fazia ideia que lá eu também encontraria a pessoa enviada para trazer de volta o meu sorriso!

Alf era o menino com cara de brabo e mal humorado, apenas me cumprimentava durante a aula, mas mal me olhava nos olhos. Lembro que todos os demais meninos eram super simpáticos e falantes comigo, menos ele, sempre quieto e reservado, pelo menos comigo. Uma vez, minha tia comentou sobre ele quando foi nos buscar a noite, dizendo que era bonitinho, e eu retruquei dizendo que ele usava brinco, era narigudo e parecia meio rabugento.

Mordi feio a minha língua, porque em menos de duas semanas depois desse comentário, Alf finalmente trocou mais do que um "boa noite" comigo e me convidou para o churrasco de comemoração do seu aniversário, e foi lá que ele sorriu a primeira vez para mim, um sorriso tortinho, mas que para mim era perfeito! Ali me encantei e 11 anos depois, esse mesmo sorriso tortinho ilumina os meus dias e o mesmo menino rabugento torna a minha vida perfeita.

Agora vejam as fotos do nosso ensaio pré-casamento tiradas pela nossa querida amiga Letícia Guimarães.

A Continuação da nossa história e a concretização do nosso sonho vocês verão no próximo post na semana que vem. #comemorandobodasdepapel

Até lá...

Beijos

Aninha

#ensaiofotográfico #noiva